Spinning do futuro

Fui convidada pela Academia Fibratech para testar uma das atividades mais antigas do mundo fitness, porém, muito mais repaginado e tecnológico: O Crosscycle! Sabemos que o Spinning esteve nas academias muito antes da atividade física virar “moda”, sabemos também que nos anos 80, 90 as pessoas  compravam suas bicicletas ergométricas (muitas vezes por influência de comerciais de TV) e em questão de dias ela sumia embaixo de um amontoado de roupas virava cabide. Essa é uma das poucas atividades físicas que consegue juntar exercício aeróbico e de definição, isso já foi mais que suficiente para que ela pudesse atravessar décadas e gerações, alcançando cada vez mais adeptos.

O que tem de novo?!

O Spinning moderno conta com uma bicicleta ultra moderna feita pela TOMAHAWK® (uma empresa americana extremamente focada nesse tipo de segmento). O modelo deles é o IC7 (a mais moderna até a data de publicação desse post). O diferencial dela vai muito além do design e do conforto. Explicando em uma linguagem pura e simples: é uma bicicleta que tem controle direto sobre a energia que passa do seu corpo para ela.  O computador fica ligado diretamente nos pedais, e através do torque (força que você põe no pedal), ela sabe quanto de energia você está gastando e consequentemente quanto de calorias está queimando.

col-1

Além dessa conexão que o computador estabelece com os pedais, a bicicleta te conta, através de cores, como está o seu desempenho. Pude observar que o processador é muito eficiente, e qualquer  diminuída ou acelerada que você dá no treino a bicicleta percebe. Sobre o LED de cores existem algumas coisas que precisa ser observada:

  1. Ele tem cinco áreas de treinamento coloridas: branco, azul, verde, amarelo e vermelho. Estas zonas podem ser ligadas a WattRate® (potência) ou (FTW) e Potência de Limiar Funcional (FTP), ou frequência cardíaca e percentagem de Frequência Cardíaca Máxima (HRM). FTP representa a carga de trabalho acima da qual um indivíduo não pode sustentar o exercício prolongado. FTW é a potência que o usuário tem. Semelhante ao HRM, uma vez que o FTP de um indivíduo é conhecido, os usuários são atribuídos as 5 zonas coloridas para treinar com precisão seu esforço para os melhores resultados personalizados.
  2. O FTW interfere diretamente sobre as cores do painel. Quanto maior o FTW mais perto do vermelho você chega (o ideal para evoluir frequência cardíaca e adquirir força). Quanto menor o FTW mais perto da cor branca e da baixa frequência cardíaca.

col-2

Minha experiência

Cheguei no treino e a sala foi enchendo aos poucos. Não começaram enquanto não havia um número considerável de pessoas. Formamos duplas e o objetivo era era ver qual dupla chegava mais longe (ou seja, percorria mais KM). Eram duas fileiras de alunos, fomos intercalando a intensidade entre as filas (primeiro a fila 1, depois a 2 e vice-versa). Ou seja, estabelecer ciclos de intensidade foi fundamental para queimar calorias, embora o objetivo principal ser uma “competição” que otimizasse (e revelasse) o ganho de força.  Essa forma de treino foi fundamental para cumprir os dois papéis do Spinning (perda de gordura e ganho de força).

O que aprendi?!

O mais interessante da experiência é que, embora seja uma brincadeira de competição, ganha aquele que não compete com os outros, mas quem tenta superar a si mesmo. Pode parecer contraditório o treinador ter proposto essa ideia, porém, se você pensar um pouco encontrará os seus objetivos. Encontrando os seus objetivos, focando naquilo que te move, ficará bem mais fácil não olhar para os outros e sim para você!

  • Se o seu objetivo é perder gordura, não fique preocupado em se manter no vermelho (alta intensidade) para parecer o mais sarado de todos. Condicionamento físico vem chegando as poucos, não adianta se matar no início e não conseguir fazer nada no outro dia. Oscilar entre as cores significa oscilar na intensidade e, consequentemente, você acaba queimando mais calorias.

>> O uso da respiração é extremamente importante para a queima de gordura. Quanto mais livre for sua respiração, mais calorias são queimadas, e mais você emagrece. Durante o spinning, evitar se debruçar no guidão ajuda muito na liberdade do seu diafragma e também da respiração.

col-3

  • Se o seu objetivo é ganho de força, vale a pena escolher uma carga, frequência, intensidade ou “cor” que lhe seja confortável e que te permita conseguir terminar o treino. Para o ganho de força comece com uma carga leve e vá aumentando aos poucos. O ajuste de carga nessa bicicleta é bem parecida com os modelos comuns. Porém, a roda não agarra. Fica muito fácil aumentar e diminuir a carga na hora que o exercício fica pauleira.

captura-de-tela-2016-12-04-20-35-54

Sou iniciante, será que eu aguento?!

Para você que está meio sedentário e deseja se aventurar no sacrificante, porém, recompensador mundo do Spinning; eu recomendo primeiro uma almofada de banco (quem não está acostumado a treinar glúteos poderá sofrer com a dureza do banco). Segundo, recomendo se hidratar! Não esqueça a garrafinha de água. Terceira e última recomendação, porém não menos importante: FAÇA NO SEU RÍTIMO! Não se preocupe com quem está no azul, verde, vermelho… Preocupe-se primeiro com você; porque, como eu disse, condicionamento vem chegando aos poucos.

Que nota você daria?!

Sinceramente o Spinning não é a minha modalidade fitness favorita, porém eu dou nota 8! Não é a atividade que eu praticaria todos os dias ou 3 vezes na semana, mas eu a usaria como uma coadjuvante junto com as demais atividades que eu gosto (Boxe e o Hiit). Para quem gosta muito do Spinning eu tenho certeza que vai se encantar. Quem gosta de Spinning e tecnologia terá duplo encanto.

A Fibratech é pioneira em trazer esse tipo de tecnologia e evolução para a região da Zona da Mata mineira; está executando o seu trabalho com louvor e profissionalismo.

> Espero que tenham gostado da dica! Um beijo e até a próxima. 😀  <3

Vem tricotar!

Your email address will not be published. Required fields are marked *